(27) 3255-9999
Home » Cães » Problemas articulares em cães: a alimentação pode ajudar?

Problemas articulares em cães: a alimentação pode ajudar?

09/02/2018

Problemas de Articulação em cachorros

Os problemas articulares, que atingem um grande número da população humana, também podem acometer os cães. Os cães de grande porte, que crescem muito rápido em um curto período de tempo, possuem maior propensão a sentirem dores nas articulações, bem como raças mais predispostas geneticamente, como Basset Hound, Labrador e Golden Retriever. Há diversos motivos que podem estar associados a doenças articulares, como traumas e contusões, malformações genéticas, desgaste mecânico por ruptura de ligamentos, envelhecimento articular ou mesmo a obesidade – um distúrbio alimentar sério que pode trazer diversos malefícios aos pets, como já falamos em nosso blog (leia aqui). 

As doenças mais comuns são a artrite e a osteoartrite (artrose), que geram um desconforto no animal que se manifesta em dificuldade na movimentação e consequente desânimo e prostração. Para evitar a evolução para um quadro crônico, é necessário iniciar o acompanhamento e tratamento com o médico veterinário o mais rápido possível, que consistirão na prática de exercícios de maneira regulada e uso de medicações para controle das inflamações e dores, além de intervenção cirúrgica, caso necessário.

A prevenção inclui os check-ups no veterinário, o controle do peso, acompanhamento de atividades físicas para não sobrecarregar as articulações e proteção especial nas épocas mais frias, quando as dores articulares podem piorar. A alimentação também pode cumprir um papel importante na proteção das articulações dos cães, por meio de tecnologias preventivas.

A glucosamina e condroitina são substâncias especialmente eficazes na prevenção e auxílio ao tratamento de artrites e artroses em cães ativos ou idosos. Ambas fazem parte da composição estrutural da cartilagem e atuam em conjunto mantendo-a resistente e protegida de desgastes – a glucosamina retarda o processo de degeneração da cartilagem das articulações e auxilia na formação e elasticidade das mesmas, enquanto a condroitina inibe a destruição da cartilagem mais antiga.

No caso de cães que precisam reduzir o peso para a melhora de quadros de dores articulares, a L-carnitina é um grande aliado. Inserido na composição do alimento, o nutriente estimula a utilização da gordura reserva do cão, transformando-a em energia, e possui ainda ação redutora de lipídeos, sendo bastante eficaz durante o esforço físico.

EPA (ácido eicosapentaenóico), um ácido graxo da família do ômega 3, atua na produção de substâncias antiinflamatórias e, por esse motivo, auxilia em quadros de inflamação como é o caso da artrite. Já para garantir uma fonte natural de cálcio para o animal, que ajude no fortalecimento ósseo, o alimento pode conter extrato das Algas Lithothamnium.

Todas essas tecnologias estão presentes na Nature Fórmula Super Premium! Conheça mais sobre a linha: http://bit.ly/NatureFormulaCaes.


Leia também: »

Comentários (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *