(27) 3255-9999
Home » Geral » Coccidiose em aves

Coccidiose em aves

12/04/2017

Um motivo de grande preocupação dos criadores de aves e passarinheiros é a coccidiose aviária. Causada por um protozoário, a doença afeta os níveis de produtividade e ataca o intestino das aves, causando diminuição da absorção de nutrientes e até morte, nos casos mais graves.

Existem dois gêneros da doença. Um que afeta prioritariamente galinhas, perus, gansos e faisões, e outro que acomete aves passeriformes, como canários, curiós e trinca-ferro. A coccidiose pode contaminar os alimentos e a água dos animais e é transmitida quando os oocistos (ovos) são levados em partículas de fezes contaminadas por vento, fômites ou até mesmo alimentos contaminados.

A superpopulação de aves em um mesmo local pode ser o fator determinante para que a doença se alastre pela criação, podendo causar prejuízos aos produtores e criadores de pássaros. As aves contaminadas apresentam diarreia com muco ou sangue, desidratação, perda de apetite, anemia, apatia e, nos casos graves, morte. O diagnóstico é feito por meio de exame laboratorial, com observação das lesões na mucosa intestinal e pesquisa de oocistos.

Para controle e prevenção da doença, o manejo adequado é o principal fator para manter a sanidade do local, com a desinfecção e limpeza do ambiente. Os galpões de aves devem possuir boa ventilação e as camas do aviário devem ter entre 7 e 12 centímetros de espessura. Além disso, ainda é possível utilizar anticoccidianos nas rações ou vacinas para prevenirem a doença. O controle preventivo é, sem dúvida, o melhor meio para evitar a doença.

Gostou do conteúdo? Veja aqui quais as vantagens da criação de galinhas no sistema caipira.


Leia também: »

Comentários (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *