(27) 3255-9999
Home » Geral » Características do confinamento de bovinos

Características do confinamento de bovinos

20/04/2017

O confinamento bovino é um sistema em que a criação é colocada em uma área restrita, em piquetes ou currais, e o alimento e água são fornecidos em cochos. No Brasil, o sistema de confinamento é realizado, normalmente, no período seco do ano, devido à escassez de forragem do pasto, mas muitos estudos já apontam os benefícios de criar o gado do desmame ao abate em sistema de confinamento, levando em consideração a qualidade da carcaça.

São utilizados como premissas para a adoção de sistema de engorda por confinamento, o potencial genético do animal para ganho de peso e a quantidade de alimento disponível em proporções ideais para absorção de nutrientes, volumoso e concentrado.

Esses fatores são os pilares para um confinamento correto e uma produção de animais de qualidade, com o ganho de peso ajustado para a idade, sexo e estrutura corporal. É importante destacar que o manejo dos animais deve ser feita de forma calma, para não estressá-los ou causar acidentes.

Animais doentes precisam ser retirados do confinamento e tratados de forma separada, retornando ao lote de origem após a plena recuperação. Caso contrário poderá gerar problema em toda a criação. A engorda da criação pode ser realizada por meio do acréscimo de tecido ósseo, massa muscular ou gordura. Cada tipo de tecido demanda maior ou menor quantidades de certos nutrientes, levando em consideração as particularidades de cada composição. Vale destacar que é importante que todos os animais, antes de entrar no confinamento, estejam vacinados contra febre aftosa, botulismo e devidamente vermifugados.

Com relação à localização e infraestrutura, o recomendado é que as instalações sejam em locais distantes das rodovias e de grandes movimentações. Fontes de água limpa e presença de energia elétrica também são fatores que devem ser considerados na escolha do local. O projeto de confinamento ainda deve incluir uma estrutura para manejo dos animais e uma área para preparo dos alimentos e misturas, fundamental para oferecer à criação todos os nutrientes necessários para uma dieta equilibrada, de acordo com as necessidades de cada produtor. Uma dica interessante é dimensionar o lote para o número de cabeças proporcional ao número de animais que cabem no caminhão de transporte. Sendo assim, quando o período de confinamento for encerrado, será possível vender todo o lote.

A dieta para bovinos em sistema de confinamento deve ser realizada com volumoso de boa qualidade, bem como alimentos concentrados e aditivos. No entanto com o confinamento puro grão, sem a utilização de volumoso, vem ganhando espaço, com uma dieta exclusivamente de milho e concentrados, na proporção de 85% e 15%. Os ganhos nesse sistema tendem a ser maiores e o rendimento da carcaça é sempre elevado. Converse com um técnico especializado e faça a formulação de acordo com suas necessidades!


Leia também: »

Comentários (2)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *